Muito além da imaginação…

Publicado por Celia Alves em Educar

Trabalhar com crianças é sempre surpreendente… Elas têm atitudes e respostas que vão além, muito além de qualquer expectativa!

As avaliações são momentos em que colocamos à prova (redundância? ;-) ) nossa capacidade de fazermos as perguntas coerentes e claras. Qualquer pergunta um pouco mais “desafinada” e lá vem uma resposta totalmente inesperada!

Lembro-me quando dava aulas para a 1ª série (agora 2º ano) e estávamos vendo, em Ciências, como nascem os animais, de forma bem simples: da barriga da mãe ou de ovos. Pois bem, a pergunta nos pareceu coerentes: Como nascem os passarinhos? Nas mentes adultas, a resposta é simples, dentro do quadradinho do nosso cérebro… Mas não para uma criança de 7 anos, que respondeu: “Bem pequenininho e peladinho”! Está errada? Não, certíssima! Ela foi além de tudo que as professoras puderam imaginar!

Também era muito interessante quando as crianças de pré-escola começavam a adquirir a linguagem formal. Ouvi muito “eu tinha fazido isso ou aquilo”. Sempre explicava que não é “fazido”, é “feito”… Nunca me esqueço (e olha que já se passaram uns 20 anos!), quando um menininho disse “Eu tinha fazido…” e o outro, prontamente o corrigiu: “Não é fazido que se fala! É… É… É fizedo!”

Ahhh, como é bom ver todo esse processo de hipóteses, que eles formam ao longo de sua vida escolar…

Todos os pais também têm suas listinhas de coisas interessantíssimas que seus filhos falaram ao longo da vida… Algumas, a memória leva até o final, mas nem sempre podemos contar com todos os detalhes. Minha dica? Anote! Anote cada sentimento do momento, cada palavra dita, cada olhar divertido…

Um dia, esse diário espetacular se tornará um elo de amor e de diversão em uma tarde chuvosa…

Até a próxima semana! Conto com vocês! Beijos!

Celia Alves Cardoso

Acompanhe a Prof. Célia neste lindo blog:  http://pedecoracao.blogspot.com.br/

Trackback

Celia Alves

Celia Alves

Professora, com pós-graduação em psicopedagogia, poetisa nas horas vagas e devoradora de livros em horário integral

Comentários (1)

  • paloma

    |

    Eu ja fiz muitas dessas…
    Como: Eu adoro fazer cominha, ou a que eu tinha falado celebro…
    Bom sem professor eu aida iria falar errado…

    Responder

Comente