Lado B !

Publicado por Lola Sarmento em Papo de mãe

- Hora de levantar!

Todos os dias era a mesma coisa! Lá ia eu acordar os pequenos apressada para levá-los à escola. Voltava várias vezes e repetia a mesma frase de formas diferentes. Às vezes de mansinho, outras, já brava pelo adiantado da hora.

- Hora da lição!

Um estava entretido nas brincadeiras, outro no vídeo game, e lá se ia metade do meu dia repetindo a mesma coisa.

- Hora do banho!

Parecia que nada tinha sido falado. Cada um continuava no seu mundo, ignorando qualquer coisa que viesse de fora.

E eu já desesperada, pois todos os dias era a mesma coisa:- Arrumem os brinquedos, guardem as roupas, peguem a bagunça do chão.

Palavras ao vento…

Tinha vontade de gravar essas ordens para que fossem repetidas de hora em hora, pois eu ficava cansada e de nada adiantava.

No consultório os relatos das mães são absolutamente os mesmos.

- Meu filho não me obedece!

-Não consigo fazer com que ele me escute, e faça o que tem que ser feito.

Algumas mães tem a sorte de terem filhos, que as obedecem o tempo todo.

- Mas e as outras, aquelas que como nós não tiveram essa sorte?

-E por quê?

As crianças precisam de ordens repetitivas!

A ordem vem de fora. Não faz parte de mundo interno da criança.

Cada vez que são faladas, deixam uma marquinha, até que finalmente depois de várias repetições serão registradas e passarão a fazer parte de seu repertório. E lá pela vida adulta estarão todas lá armazenadas.

Ser mãe é a maio dádiva, mas como todas as coisas tem seu lado B.

De Mãe para Mãe: – Seja firme, persistente, arme-se de paciência. Não desista jamais. Um dia sua voz estará lá para sempre gravada:

- “Hoje vai chover, melhor levar o guarda chuva!”.

Um beijo

Lola Sarmento

Venha me visitar www.facebook.com/Consultório-De-Psicanálise-Lóla-Sarmento

Trackback

Lola Sarmento

Lola Sarmento

Trabalho em consultório há mais de 30 anos,com gestantes, mães e seu bebês, adultos, crianças e orientação de pais. Sou formada em psicanálise pela Sociedade Brasileira de Psicanálise Winnicottiana.

Comente