Nossos filhos na rede

Publicado por Valéria Guerra em Blog, Papo de mãe

Estes dias, minha filha perguntou por que eu não tinha tantas fotos quanto ela. A resposta foi a clássica: na minha época, as máquinas tinham filmes e precisávamos revelar, mas era muito caro.

Naturalmente, na visão de minha filha, eu era um ET ou algum tipo de gênio da lâmpada falando sobre um mundo absolutamente louco. Como assim? Relevar fotos? Elas não eram instantâneas? Seu celular não conseguia tirar foto? Credo!

Não adianta negar: o mundo digital faz parte da vida dos nossos pequenos. Para eles é fácil fazer o registro de fotos, acontecimentos e, claro, compartilhar com todo mundo. Mas isso pode comprometer a segurança deles.

Infelizmente, não sabemos de verdade quem está do outro lado da rede! Pode ser um amigo de verdade que faz parte do convívio social dos pequenos e pode ser algum maluco ou pior, alguém realmente mal-intencionado. O que fazer? Proibi-los de usar as redes sociais e as ferramentas digitais? Isso é insano! Esqueça! A melhor coisa a fazer é ensinar alguns cuidados e monitorá-los!

Separei algumas dicas legais que podem ajudar os pequenos a se proteger e se divertir na rede! Isso vale para papais, mamães e, claro, para os nossos pequenos aprendizes:

 

1)      Hora do banho: que fofo! É bacana registrar a hora do banho do seu bebê, ou, ainda, registrar a hora da papinha, e guardar as fotos no álbum de família! Uma vez na rede, começam os comentários, compartilhamentos enfim. Aí mora o perigo! Isso é um prato cheio para os pedófilos de plantão.

 

2)      Cuidado com a localização – quem nunca tirou uma foto inocente dos pequenos nos parques, praias, viagens? É um momento único e muitas vezes mágico, certo? Basta tirar a localização do GPS do seu celular e evitar fazer o famoso “check-in no local”, o que dificultará a ação dos bandidos de plantão.

 

3)      Volta às aulas – cuidado! Esta é outra foto para o álbum de família, não para a rede! Muitas vezes, sem perceber, a logomarca da escola aparece. Nossos pequenos viram alvos de fácil identificação.

4)      Fotos que possam ridicularizar os pequenos – sabe a bagunça do banho ou ainda, a hora que o pequeno está contando altas histórias engraçadas no banheiro? Quando eu era pequena, meu pai adorava tirar essas fotos… birra durante a comida, hora do banho… Elas eram engraçadas e ainda são. Dentro do álbum de família. E nada de ficar fazendo gracinha e mostrando para os amiguinhos… Em épocas de bullying bom ter cuidado. A exposição estra pode trazer problemas no futuro.

 

A privacidade é um artigo de luxo.  Atenção: não acredite que existe segurança apenas porque o seu perfil só pode ser visualizado por amigos e amigos dos amigos. Isso não funciona assim!

 

Até a próxima!

Trackback

Valéria Guerra

Valéria Guerra

Olá, meu nome é Valeria, sou a fundadora da Cuca Maluca. Paulistana, com descendência Espanhola, sou Administradora de Empresas, Mestre em Comunicação Contemporânea e Professora Universitária. Também sou a mãe da Paloma e da Isabela e esposa e do João! Como eu me defino? Sou inspirada, alegre e feliz e acredito que a vida deve ser colorida e feliz!

Comente