O brilho de Natal

Publicado por Adriana em Crianças das Estrelas

Em uma noite de céu estrelado um menino se encantou com uma vitrine repleta de enfeites natalinos e muitas luzes.

Ele morava em ali perto, mas na sua casa não tinha uma árvore daquelas cheia de luzes. Por isso fazia questão de todas as noites passar em frente da loja da árvore brilhante para começar a sonhar.

Ele ficava imaginando como era o Natal das crianças que tinham árvores como aquela em suas casas.

Imaginava um monte de presentes ao redor da árvore, e nem podia imaginar o quanto incríveis deveriam ser os presentes que elas ganhavam.

A única coisa que ele sabia é na noite de Natal em sua casa todos faziam uma oração em homenagem ao menino Jesus que fazia aniversário nessa noite e jantavam juntos.

Ele gostava muito porque tinha uma comida gostosa e sempre tinha muitas crianças por perto, mas se tivesse uma árvore daquelas cheia de bolas vermelhas penduradas com muitos presentes sem dúvida seria perfeito!

Ele não sabia que naquele Natal ele e as outras crianças teriam uma supresa. Além das pessoas que sempre estavam com ele viriam alguns de palhaços animarem a festa.

Na noite da véspera de Natal ele passou como de costume em frente à vitrine da super árvore brilhante e começou a ser perder na sua própria imagem da bola de que enfeitava um dos galhos. Fechou os olhos e pensou que no próximo Natal ele queria muito ter uma daquelas bolas brilhantes vermelhas.

Em um sobressalto lembrou que não podia se atrasar senão sua mãe iria ficar uma fera. Voltou correndo para casa.

Lá na casa – Assim que todas as crianças estavam prontas pediram para elas sentarem-se no chão da sala e ao fundo ouvia-se uma música alta e um monte de risada.

As crianças se entreolhavam sem nada entender…

Em seguida surge na sala um bando de palhaços com roupas coloridas, sapatos enormes, buzinas, instrumentos e uma BOLA VERMELHA BRILHANTE no lugar do nariz.

O menino apaixonado pelas bolas de natal se emocionou e lembrou-se do seu misterioso pedido para a árvore da loja.

Sem ele perceber uma das palhaças se aproximou dele e disse para ele:

O verdadeiro espírito do Natal é isso, alegria, união, amizade, caridade e muito brilho.

Eu tenho um nariz vermelho que brilha muito e as crianças têm os corações mais brilhantes do mundo, porque é o Amor que trazemos em nossos corações que transforma a vida e nos traz a verdadeira felicidade.

Um beijo na ponta do nariz e até a próxima

Adriana Perazelli

 

Tags:

Trackback

Adriana

Adriana

COLUNISTA, Adriana Perazelli, Mãe da Isabella em tempo integral e nas horas vagas Autora de Livros Infantis, Editora de Blog, Colunista de Jornal e Palhaça-Doutora.

Comente