O medo!

Publicado por Lola Sarmento em Papo de mãe

Cena do filme Monstros S.A – Pixar.

- Mãe “tô” com medo!

- De quê?

- Do escuro.

Pois é tem umas fases em que nossos pequenos sentem medo.

E por mais que para nós sejam medos infundados, para eles são medos reais.

- Medo do escuro;

- Do bicho papão;

- Do ladrão;

- Do fantasma;

- Do monstro.

Enfim uma infinidade de medos assola a criança em diversas fases da vida. E eles só contam conosco para encontrarem proteção, acolhimento e compreensão.

- O que fazer?

Em primeiro lugar, buscar compreender o medo e aceitar que por mais estranho que seja seu filho está com medo.

Até os 7 anos, as crianças ainda misturam realidade e fantasia e isso contribui muito para os medos das crianças. Mas não pense que os medos passam com essa idade. Alguns vão até a adolescência, e muitos retomam alguns dos seus medos.

Em segundo lugar se colocar na posição daquela com quem o filho pode contar. Ou seja:

- Mamãe está aqui e nada vai te acontecer agora.

E buscar alguma maneira de acalmar o filho. Seja através de uma conversa sobre o que lhe dá medo, seja rezando, seja através de distraí-lo de alguma forma, deixar uma luzinha acesa, ou simplesmente ficando com ele até que ele adormeça.

- Sim! Porque esses medos costumam ser noturnos.

Conforme crescem, e começam a diferenciar o que é fantasia do que é real, os medos em geral irão desaparecer ou se acalmar.

Evitar filmes ou histórias que possam impressionar na hora de dormir.

Adolescentes, adoram filmes de terror depois ficam com medo, na hora de dormir.

Mas as crianças menores são as que mais sofrem com seus medos, pois tem menos recursos para se defenderem. Em geral os super-heróis tem também essa função.

Precisam dos adultos para protegê-los.

De Mãe para Mãe: procure estar por perto e deixar seu filho contar com você! Isso lhe trará segurança, e tranquilidade.  E demais a mais será sempre uma lembrança inesquecível: “Quando eu era pequeno e tinha medo, ela segurava na minha mão e ficava comigo até passar”. 

Até a próxima!

Lóla Sarmento

Tags:

Trackback

Lola Sarmento

Lola Sarmento

Trabalho em consultório há mais de 30 anos,com gestantes, mães e seu bebês, adultos, crianças e orientação de pais. Sou formada em psicanálise pela Sociedade Brasileira de Psicanálise Winnicottiana.

Comente