O Mundo encantado do coelhinho da Páscoa

Publicado por Lola Sarmento em Papo de mãe

(Em homenagem a Tatá)

Viajei de férias na Páscoa!

Lá então pude encontrar crianças felizes fora da sessão de análise.

Brincar.

Rir.

Pular… Apenas porque são crianças.

Delícia!

Voltar no tempo da infância, do faz de conta, do correr atrás, e morrer de rir.

Entrar no fantástico mundo da imaginação e sair dele como se entra e sai de uma sala para a outra na nossa própria casa.

Sem o menor esforço.

Tudo muito prático.

Tudo muito real.

E lá encontramos o lobo mal, os super-heróis, a madrasta, a fada, enfim tudo o que a imaginação alcançar.

Tudo é possível.

E o coelhinho da Páscoa passou por lá também.

E quanta alegria deixou em forma de ovos, chocolates, biscoitos e muito mais…

Brincadeiras de procurar o ovo, o coelhinho.

E ninguém estranha porque o coelho não bota ovo, e de chocolate.

Depois é hora de comer e saborear tudo o que se ganhou. E aí olhar o que os outros ganharam também.

E os pequeninos em êxtase, suas boquinhas tingidas de chocolate por dentro e por fora, as mãos meladas, gritinhos de prazer.

Nem de longe nessa hora se lembram do verdadeiro significado da festa. Principalmente os mais pequerruchos.

Mesmo os que sabem, essa é a hora do coelho e seus chocolates.

O mundo é o da criatividade e das guloseimas.

E lá vão eles pra mais brincadeiras e mais chocolates.

Mas principalmente desfrutam do carinho e afeto da família reunida, das brincadeiras tão carinhosamente preparadas para a caça dos ovinhos, que jamais serão esquecidas e serão repetidas por várias gerações.

É a hora da partilha, da troca, enfim de muito aprendizado junto com toda a brincadeira.

Aprender a esperar, aprender a guardar para mais tarde, dividir com o irmão, oferecer para a visita, dar de presente para alguém.

Enfim tudo com muito amor.

De Mãe para Mãe: O melhor da festa é o carinho regado a brincadeiras e imaginação.

Creio que aqui está o verdadeiro sentido espiritual: o Amor.

 

Até próxima!

Trackback

Lola Sarmento

Lola Sarmento

Trabalho em consultório há mais de 30 anos,com gestantes, mães e seu bebês, adultos, crianças e orientação de pais. Sou formada em psicanálise pela Sociedade Brasileira de Psicanálise Winnicottiana.

Comentários (2)

  • Anna

    |

    Lindo texto,agradeço a lembrança.

    Responder

  • Lola Sarmento

    Lola Sarmento

    |

    Obrigada Anna.

    Responder

Comente