Vó é muito bom!

Publicado por Lola Sarmento em Papo de mãe

Meus irmãos e eu tivemos a melhor vó do mundo. E o texto de hoje é uma homenagem a ela. Ela morava no Rio de janeiro com meu avô e graças a isso nossas férias eram sempre lá.

No primeiro dia de férias minha mãe nos colocava no trem e lá íamos nós para o nosso mundo encantado: o mundo da vovó. Lá podia tudo! Lá nos éramos amigos do rei. Virávamos o mundo do avesso e tudo o que fazíamos era lindo.

Ela tinha um acolhimento especial para cada um de nós e com certeza, fazia com que cada um sentisse como se fosse o predileto. Ela sabia o cada um gostava e era maestrina em esconder nossas traquinagens de minha mãe. E isso nunca fez com que nós perdêssemos nossos limites além da conta. Apenas sabíamos que lá era um lugar para ser criança o tempo todo.

Sem horário, sem lição de casa, sem obrigações. Era tudo com muito carinho. E às vezes lógico que vinha uma bronca, se preciso fosse, mas era feita de tal forma que sempre nos lembramos de como era mágico estar com eles.

Meu avô era para lá de especial. Um contador de histórias para qualquer idade. Dava-se bem com todas as classes. Falava com o Presidente da República até o faxineiro (literalmente) com a mesma simplicidade. E sempre tinha um programa pra lá de especial para fazer com os netos.

Sim, nós éramos especiais para eles. E saibamos disso.

Escolhi falar das avós hoje porque vejo que este tipo de avó quase não existe mais. Primeiro porque muitas trabalham. E as que não, acabam colocadas no lugar da mãe quase na função de educadoras dos netos e fico com muita pena delas e dos netinhos que ficam sem essa avó deliciosa e descompromissada, que já educou seus filhos e agora pode se dar ao luxo de curtir os netos sem compromisso e sem obrigação.

Vejo-as aflitas querendo dar conta do recado nesse mundo moderno de acompanhar os netos e dar conta de filhas e filhos tão ocupados, e não sobra para elas essa alegria de usufruir apenas.

Bem eu confesso! Não vejo a hora de ser avó e se for apenas um décimo da avó que tive para os meus netos, já serei uma avó realizada.

De Mãe para Mãe, liberem suas mães das responsabilidades e deixe-as serem simplesmente Vó.

 

Um beijo e até a próxima!

Lola Sarmento

Conheça mais sobre o trabalho da Lola Sarmento em: www.facebook.com/groups/pscodivalolasarmento/

 

 

Trackback

Lola Sarmento

Lola Sarmento

Trabalho em consultório há mais de 30 anos,com gestantes, mães e seu bebês, adultos, crianças e orientação de pais. Sou formada em psicanálise pela Sociedade Brasileira de Psicanálise Winnicottiana.

Comentários (3)

  • Lóla Sarmento

    |

    Adorei ter escrito este texto para o Cuca Maluca!

    Responder

  • Andreza

    |

    Que delicia!!!! Meu pai é este avô delicioso e super divertido!!! Agradeço sempre a ele por ser este avô pros meus filhos!
    Adorei seu texto!!
    Beijo

    Responder

    • lolasarmento

      |

      Andressa,
      que delícia ter um pai assim. Aproveite e curta de montão. Será um bom avô.
      Um abraço,
      Lóla Sarmento

      Responder

Comente